User Preferences

  • Language - en | ga
  • text size >>
  • make this your indymedia front page make this your indymedia front page
Toni - Sun Sep 17, 2017 11:51
Coisinho

O número 69 da Rua Marques da Silva, edifício propriedade da Câmara Municipal de Lisboa, no bairro de Arroios, foi ocupado pela Assembleia de Ocupação de Lisboa (AOLX), um grupo sem filiação institucional. Em comunicado, a AOLX aponta o dedo à especulação imobiliária na cidade de Lisboa afirmando que ?nos últimos anos, o direito a habitar na cidade de Lisboa tem sido alvo de diversos ataques".

O número 69 da Rua Marques da Silva, edifício propriedade da Câmara Municipal de Lisboa, no bairro de Arroios, foi ocupado pela Assembleia de Ocupação de Lisboa (AOLX), um grupo sem filiação institucional. Em comunicado divulgado hoje ao início da tarde, a AOLX aponta o dedo à especulação imobiliária na cidade de Lisboa afirmando que ?nos últimos anos, o direito a habitar na cidade de Lisboa tem sido alvo de diversos ataques.

ler mais

subcarvalho - Thu Aug 31, 2017 09:07
Coisinho

Em 2017 cumprir-se-ão 40 anos de ocupação da Cisjordânia e da faixa de Gaza, e 69 anos da nakba palestina, que representou a destruição de centenas de povoações palestinas, deportação em massa e a opressão dos restantes habitantes não-judeus da Palestina.

Lisboa - Disgraça - http://pt.indymedia.org/conteudo/agenda/39238
Setúbal - À da Maxada - http://pt.indymedia.org/conteudo/agenda/39321
Porto - Gato Vadio - http://pt.indymedia.org/conteudo/agenda/39363

Em 2017 cumprir-se-ão 40 anos de ocupação da Cisjordânia e da faixa de Gaza, e 69 anos da nakba palestina, que representou a destruição de centenas de povoações palestinas, deportação em massa e a opressão dos restantes habitantes não-judeus da Palestina.

ler mais

subcarvalho - Wed Aug 09, 2017 16:51
Coisinho

Antes de tudo queremos agradecer ao candidato Moreira o enorme apoio que deu ao tornar o nosso humilde protesto numa matéria de notícia nacional. Se antes só uma pequena parte da sociedade portuense tinha reparado que andavam uns autocolantes (que diga-se de passagem são os mais bonitos do mundo) por certos bairros do centro histórico, agora até nas moradias da foz e nos banquetes da burguesia se fala deste nosso pequeno acto de amor pelo Porto (sem ponto).

?Se o oportunismo e o aproveitamento político pagassem imposto, não seriam preciso parquímetros na cidade para Rui Moreira encher os cofres da Câmara.

Em jeito de resposta ao candidato Moreira:

ler mais

subcarvalho - Wed Aug 02, 2017 11:38
Coisinho

A HitchFest - Festa da Boleia é a primeira edição dum festival que junta no norte de Portugal aventureir@s, viajantes à boleia ou simples curios@s, vindas das mais variadas partes do globo. Durante quatro dias, vamos tirar da mochila conhecimentos e experiências coleccionadas pela estrada fora e partilhá-las com outr@s viajantes e todas as pessoas interessadas.

2-6 Agosto - Marco de Canaveses

A HitchFest - Festa da Boleia é a primeira edição dum festival que junta no norte de Portugal aventureir@s, viajantes à boleia ou simples curios@s, vindas das mais variadas partes do globo. Durante quatro dias, vamos tirar da mochila conhecimentos e experiências coleccionadas pela estrada fora e partilhá-las com outr@s viajantes e todas as pessoas interessadas.

ler mais

subcarvalho - Thu Jul 27, 2017 09:41
Coisinho

Entre cúmplices decidimos lançar um grito de raiva contra a mega-mineração, com uma semana de propaganda desde 7 a 12 de agosto, procurando agitar desde uma perspectiva anti-capitalista e anti-autoriária a resistência dos povos afectados por este desastre colossal.
A mega-mineração como indústria químico-extractiva faz parte do pacote capitalista que garante a já marcada territorialidade neo-liberal baseada no domínio e no ecocídio.

Disgraça - Rua da Penha de França, 217B - Lisboa

Entre cúmplices decidimos lançar um grito de raiva contra a mega-mineração, com uma semana de propaganda desde 7 a 12 de agosto, procurando agitar desde uma perspectiva anti-capitalista e anti-autoriária a resistência dos povos afectados por este desastre colossal.

ler mais

subcarvalho - Fri Jul 21, 2017 09:29
Coisinho

Um especial sobre a mineração que prepara-se para avançar sobre o fundo dos oceanos ? com Açores em vista ? apesar do desconhecimento assumido das consequências e impactos.
Voltamos a falar de como a gestão de fronteiras da UE passa por financiar regimes ditatoriais para manter as praias europeias relativamente limpas de cadáveres.
Aprendemos com a resistência indígena, a sua ecologia, terra e saberes. E a resistência dos okupas de Santiago de Compostela e de Setúbal.

#AltPt | Está aí o Jornal Mapa nº17 (Julho/Setembro).

Um especial sobre a mineração que prepara-se para avançar sobre o fundo dos oceanos ? com Açores em vista ? apesar do desconhecimento assumido das consequências e impactos.

Voltamos a falar de como a gestão de fronteiras da UE passa por financiar regimes ditatoriais para manter as praias europeias relativamente limpas de cadáveres.

Saboreamos plantas selvagens, para falar de comunidade e não de ?gourmets?.

ler mais

subcarvalho - Tue Jul 11, 2017 12:45
Coisinho

A notícia de que a bófia da esquadra de Alfragide vai *em peso* ser levada a tribunal por crimes como agressão, tortura, falsificação de autos de notícia, etc., sugere uma de duas conclusões: ou os moradores da Cova da Moura são gente com enorme azar e todos os polícias boçais e racistas foram por casualidade do destino postos a desempenhar funções à sua porta, num caricato desafio à probabilidade estatística; ou este caso é absolutamente exemplar do grau de racismo intrínseco à própria bófia.

A notícia de que a bófia da esquadra de Alfragide vai *em peso* ser levada a tribunal por crimes como agressão, tortura, falsificação de autos de notícia, etc., sugere uma de duas conclusões: ou os moradores da Cova da Moura são gente com enorme azar e todos os polícias boçais e racistas foram por casualidade do destino postos a desempenhar funções à sua porta, num caricato desafio à probabilidade estatística; ou este caso é absolutamente exemplar do grau de racismo intrínseco à própria bófia, particularmente visível no trato com as comunidades afrodescendentes dos arredores de Lisboa e com a

ler mais

subcarvalho - Wed Jul 05, 2017 15:53
Coisinho

dia 7/7 às 7!
O Moinho convida...à festa de aniversário de 7 anos!!!
Batucada,Jantar, Concertos e tudo o mais se pode esperar nesta festa da sorte!
Vem celebrar conosco 7 belos anos de moinhar com:

19h00 - Batucada Resistente
20h00 - Jantarada do Moinho
...

dia 7/7 às 7!
O Moinho convida...à festa de aniversário de 7 anos!!!
Batucada,Jantar, Concertos e tudo o mais se pode esperar nesta festa da sorte!
Vem celebrar conosco 7 belos anos de moinhar com:

19h00 - Batucada Resistente
20h00 - Jantarada do Moinho
21h00 - Concertos

Bandas confirmadas:

Pássaro Macaco
https://www.youtube.com/watch?v=Rabb1WTdgq4

Frik.São
https://www.youtube.com/watch?v=BLjnfcRJ6zo

Senouras SSassinas

Kuati

Mólo Sâyat
https://www.facebook.com/MoloSayat/

evento: https://www.facebook.com/events/315915798864094/

ler mais

subcarvalho - Mon Jun 26, 2017 09:25
Coisinho

Continuaremos a resistir e a manifestar as nossas ideias, nenhum tribunal vai decidir as nossas vidas. Somos nós que decidimos, através de acções, solidariedade e intimidade, o percurso do nosso destino.
São diversos os exemplos de Lutas daquelxs que deixaram de esperar milagres e tomaram o controlo das suas vidas nas suas próprias mãos, inspirando-nos mutuamente, e reinventando a capacidade de imaginarmos e criarmos colectivamente uma terra livre, solidária e combativa.

O que é a C.O.S.A.?

A 13 de Outubro do ano 2000, um grupo de jovens setubalenses decidiu tomar nas suas mãos a gestão de um espaço comunitário apartidário, aberto à expressão e acção livre, sem controlo externo, sem lucro, sem autoridade?

Okuparam um espaço abandonado transformando a apatia e o vazio em sonhos e experiências de liberdade, autonomia e auto-gestão.

Passaram 17 anos com largas dezenas de concertos, atliers, debates, exposições, todo o convívio, partilhas de conhecimentos e auto-aprendizagem, a intervenção política e social?

ler mais

subcarvalho - Fri Jun 23, 2017 16:45
Coisinho

Nos tempos correntes a recuperação do poder sobre o nosso corpo é urgente. As práticas de saúde actuais e hegemónicas estão sedimentadas no lodo capitalista e de outras estruturas constritoras.
Numa tentativa de contrariar esta tendência, está em germinação um projecto de saúde anti- autoritária. Partimos da vontade de cultivar saberes, construir autonomia e através de discursos críticos e experimentação, encontrar novas práticas e modos de lidar com o nosso corpo.

Nos tempos correntes a recuperação do poder sobre o nosso corpo é urgente. As práticas de saúde actuais e hegemónicas estão sedimentadas no lodo capitalista e de outras estruturas constritoras. Perpetuam o esvaziamento do poder dos indivíduos sobre a sua vida e sobre o seu corpo. A indústria farmacêutica, os lobbies médicos, os sistemas nacionais de saúde desumanizados, a introdução das medicinas naturais nas práticas capitalistas, etc, são algumas das engrenagens nesta máquina gigantesca que reduz o indivíduo a um ser dependente, inconsciente e vunerável.

ler mais

Indymedia Portugal >>

IMC network

Featured Stories from Federated Groups of Indymedia Centres
Featured Stories Selected by local IMCs around the world
© 2001-2017 Independent Media Centre Ireland. Unless otherwise stated by the author, all content is free for non-commercial reuse, reprint, and rebroadcast, on the net and elsewhere. Opinions are those of the contributors and are not necessarily endorsed by Independent Media Centre Ireland. Disclaimer | Privacy